Perguntas Frequentes

Por que o processo de adoção é demorado?
Saiba Mais
Por que o processo de adoção é demorado?
 
A maior parte dos pretendentes desejam bebês ou crianças pequenas, do sexo feminino, sem problemas de saúde e brancas. Porem, as crianças disponíveis para à adoção fogem á essa perfil. Além disso é preciso esgotar as possibilidades do retorno da criança a sua família biológica.

This is a great place to tell people more about your special day and get them excited to celebrate.

Homossexual  pode adotar?
Saiba Mais
Homossexual  pode adotar?
Sim, desde que atenda todas as exigências legais!
Os adotantes têm direito a licença maternidade e paternidade?
Saiba Mais
Os adotantes têm direito a licença maternidade e paternidade?
As mães adotivas têm direito  a 120 dias de licença maternidade e os pais  adotivos  a 5 dias de licença paternidade.
Quais os custos financeiros para o processo de adoção?
Saiba Mais
Quais os custos financeiros para o processo de adoção?
Os processos de habilitação e adoção são gratuitos.
Quem pode adotar?
Saiba Mais
Quem pode adotar?
Homens ou mulheres, maiores de idade, independente do estado civil ou da condição econômica, com saúde física e mental, sem processos criminais, desde que sejam 16 anos mais velhos do que o adotado e ofereçam um ambiente familiar adequado.
Quando uma pessoa encontra um bebê abandonado pode adota-lo?
Saiba Mais
Quando uma pessoa encontra um bebê abandonado pode adota-lo?
A criança abandonada não está automaticamente disponível para adoção. Portanto, quando encontra uma criança abandonada, a medida correta é procurar o conselho tutelar ou a Vara da Infância para localização dos pais ou responsáveis. A criança não ficará com quem a achou pois existe um cadastro na Vara da Infância de pessoas habilitadas para adoção.
Quem adota pode escolher a criança/adolescente que quer adotar?
Saiba Mais
Quem adota pode escolher a criança/adolescente que quer adotar?
Ao se habilitar o pretendente vai expor suas expectativas e restrições em relação a criança ou adolescente. 
A medida que surgem uma criança/adolescente disponível para adoção a Vara da Infância vai consultar, por ordem cronológica os habilitados que desejam um filho naquele perfil.
A mãe que deseja entregar seu filho para à adoção está cometendo ilegalidade?
Saiba Mais
A mãe que deseja entregar seu filho para à adoção está cometendo ilegalidade?
Entregar o filho para à adoção não constitui ilegalidade desde que a entrega seja feita na Vara da Infância e Juventude. Assim, toda pessoa que deseja dar seu filho para adoção deve ser orientada a procurar a Vara da Infância da sua cidade. A entrega direta a pessoas que não são parentes é ilegal.